top of page

A Importância da Precisão e Treinamento nas Biópsias Guiadas por Ultrassom para Lesões de Tireoide e Mama

A precisão no diagnóstico de lesões de tireoide e mama é crucial para o planejamento do tratamento adequado, reduzindo a necessidade de procedimentos invasivos desnecessários e aumentando as chances de um desfecho bem-sucedido para o paciente. Neste contexto, a punção aspirativa por agulha fina (PAAF) guiada por ultrassom surge como uma técnica valiosa, oferecendo resultados diagnósticos altamente precisos e minimamente invasivos. Um estudo revisou a aplicação da PAAF na investigação de nódulos tireoidianos, ressaltando sua importância na estratificação do tratamento e na prevenção de cirurgias desnecessárias da tireoide (Feldkamp et al., 2016). Esta pesquisa destaca como a técnica, quando executada por mãos experientes, contribui significativamente para a prática clínica, reforçando a necessidade de um treinamento adequado para os profissionais.


Além disso, a precisão diagnóstica da PAAF guiada por ultrassom para nódulos tireoidianos foi avaliada, demonstrando a eficácia desta abordagem (Wang et al., 2019). O estudo de AnandShankar et al. (2020) complementa esta visão, comparando a PAAF e a citologia sem aspiração em lesões da tireoide, e conclui pela precisão diagnóstica similar de ambas as técnicas, destacando novamente a importância do operador experiente.

No campo do diagnóstico de lesões mamárias, a biópsia por agulha grossa (CNB) substituiu parcialmente a PAAF devido à sua capacidade de fornecer amostras de tecido que permitem uma avaliação mais abrangente (Liebens et al., 2009). Este avanço técnico ilustra a evolução contínua das técnicas de biópsia e a necessidade correspondente de treinamento e atualização profissional.

A revisão de James e Baron (2018) aborda os aspectos técnicos e de procedimento das agulhas de biópsia por ultrassom, ressaltando a evolução das agulhas de biópsia e a importância do treinamento adequado para garantir o sucesso do procedimento. Da mesma forma, Levine e Trindade (2021) destacam a comparação entre FNA e FNB, técnicas aplicáveis também às lesões mamárias, discutindo suas eficácias e limitações, e sublinhando a necessidade de profissionais bem treinados para a realização desses procedimentos. É importante ressaltar que o sucesso dessas técnicas não depende apenas da tecnologia utilizada, mas também da habilidade e experiência do operador. A formação e o treinamento contínuos são essenciais para que os profissionais de saúde possam oferecer o melhor cuidado possível aos seus pacientes. A presença de um citopatologista no local durante a PAAF pode melhorar significativamente a taxa de sucesso do procedimento, diminuindo a necessidade de repetição da biópsia e acelerando o diagnóstico (Ganguly, Burnside, & Nixon, 2014).


O desenvolvimento de habilidades em biópsias guiadas por ultrassom requer um entendimento profundo da anatomia, uma competência na interpretação de imagens de ultrassom e uma técnica hábil na realização da biópsia. Programas de treinamento e certificação específicos, juntamente com a prática supervisionada, são fundamentais para o desenvolvimento dessas competências.


Em conclusão, as técnicas de PAAF guiada por ultrassom para lesões de tireoide e mama representam um avanço significativo no diagnóstico dessas condições. A precisão, a segurança e a minimização dos procedimentos invasivos destacam a importância destas técnicas. Contudo, o sucesso desses procedimentos depende intrinsecamente do treinamento e da experiência do operador. Assim, investir no desenvolvimento profissional nessa área não apenas aprimora as habilidades diagnósticas, mas também contribui diretamente para a melhoria dos cuidados ao paciente.


Referências

  • Feldkamp, J., Führer, D., Luster, M., Musholt, T., Spitzweg, C., & Schott, M. (2016). Fine Needle Aspiration in the Investigation of Thyroid Nodules. Deutsches Arzteblatt international, 113(20), 353-9. Consulte o artigo.

  • Wang, J., Liu, J., & Liu, Z. (2019). Impact of ultrasound-guided fine needle aspiration cytology for diagnosis of thyroid nodules. Medicine, 98. Consulte o artigo.

  • AnandShankar, S., Vinothkumar, S., & Babu, C. P. G. (2020). ROLE OF ULTRASOUND GUIDED FINE NEEDLE ASPIRATION CYTOLOGY AND NON ASPIRATION CYTOLOGY IN THYROID LESIONS- A CONTEMPORARY REVIEW. Indian journal of applied research, 10. Consulte o artigo.

  • Liebens, F., Carly, B., Cusumano, P., Van Beveren, M., Beier, B., Fastrez, M., & Rozenberg, S. (2009). Breast cancer seeding associated with core needle biopsies: a systematic review. Maturitas, 62(2), 113-23. Consulte o artigo.

  • James, T., & Baron, T. (2018). A comprehensive review of endoscopic ultrasound core biopsy needles. Expert Review of Medical Devices, 15, 127 - 135. Consulte o artigo.

  • Levine, I., & Trindade, A. (2021). Endoscopic ultrasound fine needle aspiration vs fine needle biopsy for pancreatic masses, subepithelial lesions, and lymph nodes. World Journal of Gastroenterology, 27, 4194 - 4207. Consulte o artigo.

  • Ganguly, A., Burnside, G., & Nixon, P. (2014). A systematic review of ultrasound-guided FNA of lesions in the head and neck--focusing on operator, sample inadequacy and presence of on-spot cytology service. The British journal of radiology, 87(1044), 20130571. Consulte o artigo.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page