Como a ultrassonografia mudou a dinâmica do anestesista em uma cirurgia

Você sabe como a ultrassonografia impacta a dinâmica da anestesia em um momento de cirurgia?

 

Sendo reconhecida como a quinta especialidade médica com maior número de profissionais, a anestesiologia possui 25.484 profissionais no Brasil e desempenha um papel de extrema relevância no setor da saúde.


Esses profissionais são reconhecidos por desempenhar um papel importante no que tange a:


● A avaliação da aptidão do paciente para receber anestesia; ● Preparação do paciente para o procedimento, monitorando-o durante toda a cirurgia; ● Realização do monitoramento das funções vitais do paciente durante toda a intervenção cirúrgica, independentemente de sua duração;


O que é ultrassonografia?


É um exame de imagem diagnóstico que serve para visualizar em tempo real qualquer órgão ou tecido do corpo. Quando o exame é realizado com Doppler, o médico consegue observar o fluxo sanguíneo dessa região.


Como a ultrassonografia mudou a dinâmica do anestesista?


A evolução das tecnologias em saúde se consolidou e facilitou a rotina de diversos profissionais. Nesse cenário a ultrassonografia tem cada dia mais aplicações que auxiliam o anestesista.


Além da sua utilização para bloqueios de nervos, para dor crônica ou acessos vasculares, essa ferramenta desempenha importante papel na dinâmica do anestesista.


Seu uso vai além da sala de cirurgia, pode abranger também unidade de terapia intensiva e em serviços de emergência.


Uso da ultrassonografia para facilitar a punção


A ultrassonografia traz agilidade no dia a dia do anestesista, no sentido de auxiliar a punção.


Desse modo, o processo de encontrar a veia fica simplificado e pode ser feito em menos tempo.


Facilitar acesso às vias aéreas pelo ultrassonografia


Esse procedimento é considerado uma técnica não invasiva e simples para o manejo das vias aéreas superiores.


Uma das utilizações consiste em aplicar a ultrassonografia para guiar a intubação traqueal.


Segundo Marciniak et al. uma intubação traqueal bem-sucedida foi constatada para as seguintes aplicações:


● Identificação da traqueia e dos anéis traqueais;

● Visibilização das pregas vocais;

● Alargamento da glote à medida que o tubo traqueal passa;

● Posicionamento do tubo traqueal acima da carina;

● Demonstração do movimento da interface pleural visceral parietal da parede torácica após ventilação manual dos pulmões.


Outro uso consiste para prever extubação e garantir que essa seja bem sucedida.


A realização não adequada do processo de extubação no cuidado direcionado a pacientes em ventilação mecânica.


Uma tentativa sem sucesso de extubação estende o tempo de duração da ventilação mecânica e a permanência do paciente em UTI, além de aumentar o risco de mortalidade hospitalar.


Usar a ultrassonografia para prever a extubação e conduzir ela de forma bem sucedida, é de extrema importância.


Anestesia Caudal Guiada por Ultrassom


Outro procedimento que foi facilitado com a utilização da ultrassonografia foi a anestesia caudal .


Essa aplicação tem várias vantagens sobre métodos baseados em parâmetros anatômicos, o que contribui no dia a dia do anestesista.


Embora a abordagem anatômica tenha uma boa taxa de assertividade, o uso do ultrassom pode aumentar a taxa de sucesso da primeira punção quando comparado a abordagem tradicional.


O uso de ultrassom também ajuda a definir o comprimento adequado do cateter a ser inserido.


Importância do treinamento médico


Para realizar esses procedimentos de forma eficaz é importante constante atualização.


E uma excelente forma para aprender na prática é a utilização de equipamentos que guiem o treinamento médico.


Por isso, a Gphantom desenvolveu o produto exclusivo para anestesistas, o Gphantom Anestesia.

Ele possui seis estruturas internas que simulam três nervos e três artérias, dispostas de maneira alternada. Ele é indicado para o treinamento dos procedimentos de anestesia regional e acesso venoso central guiados por ultrassom.


Para que você desenvolva suas habilidades individuais e coletivas, com liberdade e segurança.


Desta forma, é possível treinar para aumentar a autoconfiança, minimizar eventuais constrangimentos ao paciente e alcançar a excelência na execução de procedimentos médicos especializados.


Para proporcionar cuidado de qualidade para o paciente, além do treinamento médico, é necessário realizar o processo de gestão em saúde de forma assertiva.


Para:


● Diminuir os custos em saúde

● Aumentar a eficiência da equipe

● Otimizar processos

● Diminuir a média de permanência na instituição de saúde


Pensando nisso, o Carefy desenvolveu uma plataforma completa de gestão em saúde que aumenta a eficiência das instituições de saúde e proporciona o cuidado de qualidade para cada paciente.


E ainda, o sistema preza por manter as instituições de saúde com sustentabilidade econômica financeira ao reduzir custos desnecessários e otimizar processos para diminuir a média de permanência do beneficiário na instituição.


Conclusão


Logo, pode-se concluir que a ultrassonografia exerce papel fundamental para permitir cada vez mais assertividade nos procedimentos conduzidos pelo anestesista.


Assim, é importante capacitar esses profissionais para que aprimorem suas habilidades individuais e coletivas, com total liberdade e segurança.


Desta forma, os profissionais podem se desenvolver, para aumentar a autoconfiança, minimizar

eventuais constrangimentos ao paciente e alcançar a excelência na execução de procedimentos médicos especializados.

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo